Um convite a fazer sua parte no mês que alerta para a doação de sangue

Entenda como a vacina age em nosso organismo
9 de junho de 2019
Tireoide: endocrinologista dá dicas para sua saúde
11 de julho de 2019

Desde 2004 a Organização Mundial de Saúde (OMS) definiu o dia 14 de Junho como o Dia Mundial do Doador de Sangue. A ideia é prestar homenagem e agradecer a todas as pessoas que contribuem com a causa e ajudam a salvar inúmeras vidas diariamente; além de engajar novos doadores.

A doação de sangue não traz riscos nem prejuízos para quem a realiza. A triagem feita é rigorosa e a pessoa só é capacitada a doar se forem constatadas boas condições de saúde. Todas as informações levantadas são mantidas em sigilo e são fundamentais para garantir a boa qualidade do sangue que será transfundido nos pacientes. O material utilizado é descartável e não há perigo de contrair doenças ao fazer o procedimento. 

Doar sangue requer compromisso, responsabilidade e, principalmente, um espírito solidário. É um ato que traz benefícios para todos, além de dar segurança à população que, em qualquer momento, pode precisar do procedimento transfusional. E mesmo quem não pode doar pode fazer sua parte conscientizando outras pessoas sobre a importância e necessidade desse gesto.

A Cindi tem uma preocupação com a saúde tanto na esfera individual quanto na esfera pública e faz questão de incentivar seus clientes e parceiros a ajudarem nesta causa. Em Juiz de Fora, interessados em doar sangue podem procurar a Fundação Hemominas, na Rua Barão de Cataguases, S/N, no Bairro Santa Helena; ou entrar em contato através do telefone 3257-3100. Para mais informações sobre condições e restrições de quem pode doar, clique aqui. <http://www.hemominas.mg.gov.br/doacao-e-atendimento-ambulatorial/doacao-de-sangue/condicoes-e-restricoes>

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como podemos te ajudar?